Sobre ser rico: O que realmente significa isso?

Atualizado: 7 de mar. de 2019

A distância entre muitas promessas ilusórias disponibilizadas na internet e verdadeira realidade social.



Quantas vezes nos deparamos com promessas virtuais que garantem resolver quase todas as questões complexas ou problemas que enfrentamos em nossa vida? E o pior, ofertas que enfatizam que não precisamos fazer quase nenhum esforço para encontrarmos uma solução incrível. Não falo apenas de promessas estéticas, prazer ou bens materiais, mas também de um universo de ilusionismo que pode até dar fim em algo extremamente precioso, a nossa confiança e força para lutar.

"Muitas são as promessas que encontramos no universo virtual e uma das mais ilusórias que se pode destacar é o discurso de ficar rico de forma muito rápida e exagerada".

É fato que, em um universo onde não se controla o que é apresentado à um público que navega por horas e horas na busca pela resolução de seus problemas de maneira fácil e rápida, muitas pessoas e organizações se aproveitam dessa condição para ofertar o que nunca irão entregar de verdade. Muitas são as promessas que encontramos no universo virtual e uma das mais ilusórias que se pode destacar é o discurso de ficar rico de forma muito rápida e exagerada.


Vídeos e relatos como isca


Os estímulos na internet não se limitam apenas a textos de auto ajuda ou imagens de impacto para convencer o internauta, vão muito mais além disso. Videos sensacionalistas demonstram ou contam histórias de pessoas desfrutando o que há de melhor na vida: iates, festas, viagens e tantos outros sonhos que podem até se encaixar em nossas expectativas reais. Os relatos são extremamente apelativos para situações que muitas vezes são surreais. Gente que conseguiu ficar milionária em pouquíssimo tempo sem quase nenhum esforço.


O que me parece não ser uma feliz coincidência é que os apelos tocam, exatamente, naquilo que estamos precisando de fato. O problema é que a maioria dessas promessas e relatos são falsos, e apelam para o nosso senso de urgência e nos fazem comprar produtos, livros, processos e cursos, para conquistarmos a riqueza ontem! Além disso, parece que ninguém quer ficar para trás em um mundo cheio de gente que enriquece tão facilmente.


Mas afinal,o que é ser rico nesse universo?


Parece que vivemos um intenso conflito quando entendemos que a riqueza tem apenas um lado chamado bens, porém, a riqueza pode não ser, exatamente, aquilo que desejamos. Para muitos a riqueza é ter um iate, mesmo que não goste ou tenha medo de água, poder viajar, mesmo já tendo uma idade avançada, ter a promessa de prazer além dos compromissos reais com seus pares, ser milionário mesmo que tenha de trabalhar 16 horas por dia todos os dias da sua vida.


Ao nos aprofundarmos no tema encontramos algo em comum que significa riqueza para todos nós. O tempo! E é dessa riqueza que estamos falando aqui, e que dificilmente você verá relatos sensacionalistas sobre ele. Tempo é o recurso mais precioso que existe e é necessário para a realização de qualquer projeto na vida. Sobre este prisma, ser rico é ter tempo livre o máximo possível.


Robert T. Kyosaki em seu Livro Pai Rico, Pai Pobre já afirmava que o tempo livre é o verdadeiro sentido para acumularmos recursos e investir sabiamente. O resultado dessa riqueza chamada tempo pode nos dar um rendimento incalculável e insubstituível por bem algum. Cuidar da saúde, mais tempo para o convívio familiar, auxílio aos filhos na criação de autonomia para enfrentar os desafios da vida, tempo para pensar, planejar, viajar, descansar... Enfim... Parece que o tempo rende muito mais do que qualquer aplicação financeira quando você vive o tempo de verdade!


Tiago Alves Costa

CEO UP-Sollution Consultoria e Educação Financeira.

68 visualizações0 comentário